MEU AMOR, MINHA VIDA…

Dia 24 de julho…um mês de saudade, um mês de ausência, um mês do sentimento mais sufocante que existe… a dor da separação…

Eu não sei te explicar como estou conseguindo viver sem você, sem sentir tua presença, sem ouvir o som do teu sorriso…sem ver a luz do teu olhar…

Esses 4 anos que vivemos ao seu lado tivemos a chance de aprender tantas coisas, simples e amorosas, gestos que jamais esquecerei… Com você aprendi a esperar, aprendi a viver intensamente todos os momentos da vida, aprendi a amar… Eu pensava que sabia…

Você mostrou de um jeito tão fácil que não devemos ter medo de dizer “EU TE AMO” ou ” VOCE E TUDO PARA MIM” , que não devemos esperar o momento chegar… Você me ensinou que não devemos deixar aquela roupa nova para uma ocasião especial…todos os dias ao lado de quem se ama é especial…

Com você eu conseguí sentir pela primeira vez na vida um sentimento que eu não imaginei existir:  EU DOU MINHA VIDA POR VOCE!

Você me fez ver que DEUS existe e que ele está ali dizendo: ” Eu escreví seu livro e o capítulo agora é esse, vai doer, mas estarei aqui…”

Por você eu me tornei melhor, eu me tornei mãe, eu me tornei mulher de verdade…

Por você eu assistí desenhos que nunca veria, eu brinquei de brincadeiras que nunca brincaria, eu chupei pirulito, eu fiz voz de personagens e cantei a música da sua propaganda preferida mil vezes…

Por você eu me tornei BEN 10 , eu me transformei…

Com você eu descobrí que não existe sono pesado… que a respiração te faz acordar…

Com você eu descobrí que o abraço tira a dor e que o beijo cicatriza…

Nunca, jamais eu poderei deixar de pensar em você, por que você me fez ser outra pessoa, me fez crer que o amor cura tudo, definitivamente tudo…

O vazio que sinto é tão grande, tão grande que não consigo te explicar..

Eu sinto teu cheiro ainda, eu escuto tua voz me chamando, eu vejo você onde não está…

Nunca mais serei a mesma, minha vida foi dividida em “antes” e “depois” de IGOR…

 

IGOR KALI MIRANDA, meu único filho… o ser humano mais lindo e especial que já conhecí! Você é minha vida, é tudo para mim, não me deixe… Me abrace sempre, por que o abraço tira a dor…

 

De Carolina Miranda:

Sentimento imposto

Quando temos um filho
sentimos pela primeira vez
a leveza de uma brisa,
o calor de um raio de sol e
observamos pela primeira vez
o brilho das estrelas.

Quando temos um filho
damos valor aos momentos pequenos,
aos momentos de preguiça,
ao aconchego do sofá.

Quando temos um filho
aprendemos a amar os nossos pais e
passamos a entender a voracidade
da proteção deles.

Quando temos um filho
aprendemos que “porque não”
não é resposta e
aprendemos a elaborar
respostas encantadoras.

Quando temos um filho
a noite vira dia e
o dia continua dia.

Quando perdemos um filho
sentimos pela primeira vez
a velocidade do vento,
o ardor de um dia de sol e
o peso do anoitecer.

Quando perdemos um filho
damos, ou deveríamos dar
mais valor a vida
(mas a vida sem você não tem mais sentido).

Quando perdemos um filho
sentimos pela primeira vez
o peso do nosso próprio corpo,
sentimos o esforço sobrehumano
que um sorriso demanda.

Quando perdemos um filho
queremos voltar para
o útero da mãe…e
refazer nossa história.

Quando perdemos um filho
as respostas se acabam…

Quando perdemos um filho
o dia vira noite e
a noite…continua noite…e
a noite é uma tortura.

 

Paula Miranda

@hypnosemakes

 

 

Anúncios

Publicado em julho 24, 2011, em Minha vida e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 13 Comentários.

  1. sua sensibilidade toca, seus gestos ensinam, voce tem nos tornado pessoas melhores…..a vida nos surpreende a cada segundo…….nos coloca diante de situações que jamais imaginaríamos……….abraço,abraço,abraço

  2. Paula, suas palavras são lindas…deverias escrever um livro, contar esta história de amor eterno…bjos…e abraços (porque abraços tiram a dor)…

  3. Nunca se esqueça, minha amiga, o maior desafio é a SUPERAÇÃO. Beijos carinhosos e cheios de aconchego em vc.

  4. Sabe que eu tinha ecolhido essa foto pra fazer uma comunidade pra vc e o Igor,,essa foto tão linda dele sorrindo, que Jesus e Maria que é Mãe acalente tua alma e seque tuas lagrimas, pois a lembrança é dolorida pela ausencia , mas deve se transformar em gratidão pela experiencia vivida tão feliz, amo vc, oro por vc, sinto com vc…

  5. olha que Deus conforte se coração,e q só fique os momentos bons q vc passaram juntos e saiba q um dia estarão juntos novamente

  6. Lindas palavras… chega doer no peito qdo imagino sua dor.. Fique bem, Deus te proteja sempre..

  7. Miga, eu recebi isso logo assim que perdi o meu AMOR.

    Se você conhecesse o mistério insondável do céu, onde me encontro…
    Se você pudesse ver e sentir o que sinto e vejo nesses horizontes sem fim…
    E nessa luz que tudo alcança e penetra, você jamais choraria por mim.
    Estou agora absorvido pelo encanto de Deus, pelas suas expressões de infinita beleza.
    Em confronto com esta nova vida, as coisas do tempo passado são pequenas e insignificantes.
    Conservo ainda todo o meu afeto por você e uma ternura que jamais lhe pude, em verdade, revelar.
    Amamo-nos ternamente em vida, mas tudo era então muito fugaz e limitado.
    Vivo na serena expectativa de sua chegada, um dia… entre nós.
    Pense em mim assim. Nas suas lutas, pense nesta maravilhosa morada, onde não existe a morte e onde, juntos, viveremos no enlevo mais puro e mais intenso, junto à fonte inesgotável da alegria e do amor.
    Se você verdadeiramente me ama, não chore mais por mim.
    “EU ESTOU EM PAZ”.

  8. “Solidários, seremos união. Separados uns dos outros seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos.” – Bezerra de Menezes

  9. Você me fez ver que DEUS existe e que ele está ali dizendo: ” Eu escreví seu livro e o capítulo agora é esse, vai doer, mas estarei aqui…”
    Paula, obrigada por isso . . . suas palavras nos tocam profundamente e seus ensinamos nos enchem de amor . . obrigada por nos ensinar num momento que é tão seu, dói com certeza, mas nao será eterno; estamos com voce . . em correntes de oraçoes, em pensamentos de luz, desejosas que os dias alegres logo cheguem. Abraços que tiram a dor pra você!

  10. Amada,
    Que dor! Que dor! Nao deixo de pensar em voce nem um dia. Me preocupo e choro ao sentir a dor de imaginar a sua. Nao sei oque dizer pra te comfortar, como nao soube naquele dia no hospital. Soh sei que doi. E sei que algo preciso aprender com isso tudo.
    Mesmo sem te conhecer, te amo em Cristo.

  11. Paulinha…

    lendo essas palavras que emocionam a todos, fico feliz em ver sua força, sua garra e fé em Deus! Continue em frente… sempre em frente com a certeza que vcs um dia se encontrarão! Vc não perdeu seu filho… ele continua vivo em vc! Cada foto, cada lembrança dos momentos inesquecíveis… cada cheiro, desenho… ele vive! E continuará sempre vivo pois a alma é eterna! A saudade deve ser imensurável… mas vc teve ele em seus braços, em seu corpo, vc sentiu seu coraçãozinho batendo… nada apagará essa experiência! Rezo todas as noites para que a dor da separação seja diluida… atenuada… e que as saudades não sejam sufocantes.
    Força, minha querida! Mta fé em Deus e saiba que vc não está só!
    Mil beijos e abraços que tiram a dor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: