MARINA, ELA MERECE ESSA ESPERANÇA!

Olá amigas!

Faz tempo que não escrevo post novo, realmente estou passando por uma fase ruim emocionalmente, mas com a ajuda de DEUS e de profissionais capacitados estou tratando essa doença sorrateira chamada depressão, mas não foi por mim que vim aqui hoje e sim por uma criança, uma princesa que precisa de ajuda, mas antes de contar a história da Marina, quero que vocês saibam porque estou fazendo isso. O primeiro fato é que, quando Igor morreu (meu primeiro filho e era único)  LER AQUI , doamos os órgãos dele e isso não precisou nem de 3 segundos para decidirmos, sabíamos que nosso filho poderia salvar vidas e salvou 3… Um dos órgãos que doamos foi o intestino e eu nem sabia que isso era possível, mas ele salvou um bebê de 40 dias e isso é fantástico! O segundo fato é que, quando tudo aconteceu, não tínhamos recursos nem para enterrar o Igor em um país que não era nosso e fomos ajudados por muitos amigos, inclusive com campanhas feita na internet e uma dessas campanhas acabou comigo, me deixou chorando por semanas, porque fui ler o que as pessoas sem coração e com muita “coragem on line” escreveram sobre isso e confesso que quase não acreditei, mas o fato é que, sem essa ajuda não teríamos nem saído dos EUA e “sobrevivido” no Brasil, enfim, isso mexeu comigo e por esses dois principais motivos vou ajudar nessa campanha para Marina!

 

Ontem eu conversei com a mãe dela por telefone e averiguei a veracidade de tudo isso, pedi a ela fotos pessoais, vídeos e que ela me mandasse tudo que está acontecendo por email, peço que leiam com carinho, pois o seu pouco pode ser o tudo da Marina…

 

c939cb82dded25dbf1ae67926bf190cb

 

“Oi Paula. Primeiramente muito obrigada pela ajuda! Vamos à história de Marina, resumida.

Descobri num exame de rotina às 24s de gestacao que tenho incompetencia do colo uterino e meu colo estava aberto e minha bolsa estava no canal vaginal. Fui internada na mesma hora às pressas. Tentaram fazer uma cerclagem (procedimento para fechar o colo do utero). Me amarraram na maca e me colocaram de cabeca paa baixo para a bolsa voltar para o utero sem romper e eles conseguirem dar o ponto. E conseguiram! Soh que às 24s o colo ja estava muito fino e a bolsa acabou rompendo. Ai pensei: agora acabou! 24s e 630g de peso. Entao, me levaram p sala de cirurgia de novo, desta vez para retirar o ponto que podia dar infeção, já que era um corpo estranho com a bolsa aberta. 
Tirado o ponto, me deixaram internada em posição de trendelemburg como chamam (cabeca p baixo e pernas p cima) na cama. Todos esperavam q hora do organismo expulsar a marina, pq eu perdia liquido e podia tb pegar uma infeção. Enfim, fiquei nessa posição, comendo, bebendo, tomando banho de gato, e fazendo minhas necessidades em uma aparadeira. E as semanas foram passando e o liquido em quantidade normal e sem i fraco nos exames. Chegamos enfim às 32s de gestação para surpresa de todos com 1,840kg. O colo acabou de abrir e entao como ela nao estava encaixada, fizeram o parto cesárea. Nasceu para surpresa de todos muito bem, chorando com direito a fotos, filmagem e tudo mais. Passou 2 dias na uti neonatal e depois foi p intermediária onde fez antibiótico porque é rotina de bolsa rota e onde foi aprender a sugar e ganhar mais peso. Com 19 dias levamos ela para casa, perfeita, porém ela teve um quadro de emergência chamado enterecolite necrotizante e teve que ser submetida a uma resseccção extensa do intestino, ficando apenas com uma pequena porção.

Ela ficou em estado gravíssimo durante 1 mês e meio até que conseguimos transferi-la para um hospital em São Paulo no dia 13/12/12, com o Dr. Mauro, excelente profissional e muito humano. Ele acompanha a Marina. Hoje Marina praticamente não tem intestino delgado, apenas 5cm, se alimenta por cateter central uma alimentação que chamam de nutrição parenteral. Esse cateter vai direto para o coração e já deu muitas infeções nela além de afetar o figado. Nao come nada pela boca, chora de fome 😢💔. Tem uma sonda no nariz que vai para o estômago, por onde recebe uma pequena quantidade de leite por gotejamento. A salvação dela é o transplante de intestino delgado, que aqui no Brasil é experimental. Nos EUA faz muito, principalmente em Pittsburgh. Mas só o transplante com o acompanhamento custa 800mil dólares, isso se não tiver nenhuma complicação. Por isso que estou pedindo ajuda de quem puder, agradeço de coração.

O nome dela é Marina Calasans do Nascimento e Ferreira e o meu luiza Stella Correia Ferreira.
A conta é Banco do Brasil ag 1603-9 cc 17468-8 CPF 976328995-53, no nome da mãe dela, eu.”

 

44b1b35a076b176e1f8f4fde206936b2

 

Espero sinceramente que esse post possa chegar até você e que a Marina consiga salvar sua vida, que sua mãe não precise viver a ausência de um filho, que ela não sinta o doloroso peso da saudade….

Por você filho, que nunca deixa morrer dentro de mim a vontade de ajudar o próximo, te amo!

 

228496_143142975757533_3702470_n

 

Obrigada a todos!

Paula Miranda

@planetapaulaa

Anúncios

Publicado em maio 13, 2014, em Minha vida e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 15 Comentários.

  1. Impossível não se emocionar, chorando aqui, um pequeno gesto que pode salvar vidas.

  2. Paula, será que ela sabe que um dos cirurgiões mais renomados do mundo e que atende lá nos EUA é um brasileiro? E que já se dispôs, em outro caso, a operar de graça uma criança brasileira? Dai seria um custo a menos se conseguissem… O nome é Rodrigo Vianna!

  3. Nossa, claro que vou ajudar.. Meu Deus. Cura essa criança poxa um anjo tadindiha.. Ahh tô chorando muuiitoo. Mas vai dar tudo certo em nome de Jesus Cristo

  4. Alessandra Arnold

    Moro nos Estados Unidos ,em Indiana ,Indianapolis se ela precisar estou aqui!

  5. Olá Paula quero muito ajudar também ,pois tenho uma filha de 8 anos e o dia em que ela tem apenas uma gripe eu ficou desorientada !!! Aff que essa mãe deve estar passando horrores. Ñ tenho muito ,mais o pouco com Deus rende muito.>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
    No dia da minha angústia clamo a ti, porquanto me respondes. Salmos86:7>>>>>>>>>>>>>>>

    Não escondas de mim o teu rosto no dia da minha angústia, inclina para mim os teus ouvidos; no dia em que eu clamar, ouve-me depressa.
    Salmos102:2>
    >>>>>>>>>>>>>>>>>>
    E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás.
    Salmos 50:15

  6. Paula, faz um post no face pra quem não tem twitter poder ajudar tbém! e q a historia dessa linda possa chegar a alguém q possa de verdade ajudar ela. claro q aos poucos ajuda! mas 800 mil… é dificil! se chegasse a algum programa de tv… alguma empresa q pudesse ajudar! Deus abençoe essa pequena… vou colocar ela nas minhas orações.
    Bjos!! Linda tua atitude… te admiro muito!!

  7. Paula, cheguei até a sua história depois de ser direcionada pelo facebook para ler a da Marina. De fato, existem dores tão imensas, há provações tão difícies na vida que a gente não consegue nomear, medir, explicar ou compreender. Chorei muito ao ler o post sobre a sua perda (do Igor) e sobre a luta da Luiza Stella (mãe da Marina). Não há como não ser tocado profundamente pelas dores humanas, pela dor do meu irmão. Que vocês sejam sempre amparadas, consoladas, amadas. Que a dor fortaleça cada mãe, e com ela venha crescimento e mais capacidade de amar e de ter fé em Deus. Um grande abraço em você e outro na Luiza. De mãe para mãe.

  8. Cristianne Brown

    Paula, tu tem um trabalho lindo, parabéns!!!!!!
    Posso te pedir uma coisa????? Pede pra mãe dessa criança linda postar a foto dela agora, pois ela já deve ter uns 2 pra 3 aninhos conforme relato acima, eu acredito em tudo que vcs escreveram porém vivemos num mundo onde somos julgados a todos os momentos, como vc foi julgada né? Então gostaria muito de abraçar essa causa postando para amigos e conhecidos, porém sempre quando faço isso procuro não ser questionada em nenhum sentindo pq isso me magoa muito, pq nos q trabalhamos com caridade não nos apegamos em pequenos detalhes, porém o mundo não é assim.
    Vamos lutar juntas, gostei muito de vc Paula, sem nem te conhecer, sinto sua dor como se fosse minha.
    Bjcas Cris.

  9. Entra na Justiça exigindo que a União pague. Há precedentes: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/ciencia/2014/04/04/justica-admite-tratamento-no-exterior-a-bebe-com-doenca-rara.htm
    Mas não é causa ganha, tem tribunal que não dá.

  10. Paula, conheci seu instagram, blog e um pouquinho da vida hoje, ou melhor, ha alguns minutos atras! Conheci atraves da campanha da Marina e acabei vendo a historia em q conta sobre o falecimento do seu filho e a sua perseverança e coragem de continuar lutando por seus sonhos! Li neste post q vc esta passando por um momento dificil, e sei q nada que eu (uma pessoa que vc nem conhece e que nunca viveu nd parecido) possa te ajudar a superar esse momento, mas so queria te passar uma mensagem boa. Você e sua historia me emocianaram muito hoje, vou orar por vc e por sua familia, e tenho certeza que essa fase dificil vai passar e que virão MUITOS momentos bons na sua vida, que Deus esta reservando pra vc muitas coisas boas! Deixo aqui todo o meu carinho e admiração por vc! Fique bem, em paz e com Deus! Beijo grande, Paula

  11. Paula, Deus é cintigo nunca duvide disso, Deus em Cristo Jesus suprirá todas as suas necessidade tanto fisica como emocionais, seja forte, não te conheço poré posso imaginar o que vc senti.
    Beijos esterai orando por vc!
    Jesus te ama e cuida de ti. leia isaias 41:10

  1. Pingback: “Marina, ela merece essa esperança” | Meu Dia D Mãe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: